Empreendedorismo

Você tem Perfil para ser Empreendedor?

Leandro Mantelli
Escrito por Leandro Mantelli
Comece a montar sua primeira peça para o sucesso

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Você tem perfil de empreendedor? Saberia reconhecer?

O empreendedor, em sua essência, é um sonhador que busca tornar real uma ideia transformadora, visando quebrar conceitos pré-estabelecidos e oferecer novos ares a um ambiente carente de inovação.

A curiosidade, a obstinação, a criatividade, a proatividade e o otimismo são características que precisam fazer parte da vida de executivos com esse perfil.

Em qualquer empreendimento é necessário ter perseverança, vontade de trabalhar e liderança.

Todo comerciante deve se dedicar ao seu negócio com tempo e envolvimento pessoal. Um negócio é tocado com inspiração, mas também com muita transpiração.

Perfil Empreendedor

Dentre os aspectos fundamentais da personalidade de um empreendedor, segundo o Sebrae, destacam-se 9 características para ser um empreendedor. E todas juntas…

Veja quais são:

Criatividade

Aceitar desafios e buscar soluções viáveis para o equacionamento de problemas.

Liderança

Inspirar confiança, motivar, delegar responsabilidades, formar equipe, criar um clima de moral elevado, saber compartilhar ideias, ouvir, aceitar opiniões, elogiar e criticar pessoas.

Perseverança

Manter-se firme em seus propósitos, sem deixar de enxergar os limites de sua possibilidade, buscando metas viáveis até mesmo em situações adversas.

Flexibilidade

Controlar seus impulsos para ajustar-se quando a situação demandar mudanças, estar aberto para estudar e aprender sempre.

Vontade de trabalhar

Dedicar-se plenamente e de forma entusiasmada ao seu negócio.

Automotivação

Encontrar a realização pessoal no trabalho e seus resultados.

Formação permanente

Buscar constantemente informações sobre o mercado e atualização profissional sobre novas técnicas gerenciais.

Aliás, quer se desenvolver com um dos cursos mais completos do mercado? Conheça o Fórmula Negócio Online lendo esse meu artigo completo.

Organização

Compreender as relações internas para ordenar o processo produtivo e administrativo de forma lógica e racional, entender as alterações ocorridas no meio ambiente externo de forma a estruturar a empresa para melhor lidar com essas mudanças.

Principalmente se você estiver em regime de home office tendo que administrar remotamente sua equipe.

Senso crítico

Antecipar-se aos problemas principais, analisando-os friamente.

Empreender é Correr Riscos: Não há Negócio 100% Seguro

Por maior que seja seu perfil de empreendedor, ao decidir levar qualquer projeto adiante, um bom empreendedor deve partir do pressuposto que empreender é correr riscos, independentemente da área em que irá atuar.

Não existe negócio que seja 100% seguro. O grande desafio do empreendedor é conhecer os riscos ligados a cada modelo de negócio e procurar minimizá-los. Veja algumas dicas.

Descubra e entenda os riscos ligados ao seu negócio

Seu empreendimento é algo que já existe no mercado? Então vá a campo reunir informações sobre ele.

Converse com quem atua ou já atuou na área e procure obter dados concretos sobre o mercado e o potencial do negócio. Conhecendo previamente os desafios você pode se preparar melhor para enfrentá-los.

Nesses casos, investir em uma franquia pode se tornar uma boa opção, pois ela oferece ao empreendedor um modelo de negócio já formatado e testado.

Por esse motivo, é possível trabalhar com margens de risco que reflitam a realidade do mercado.

O seu negócio é uma novidade? Essa pode ser uma ótima oportunidade de abocanhar uma fatia inexplorada do mercado.

Por outro lado, a falta de dados reais para balizar o desenvolvimento do negócio aumenta o risco do empreendimento.

Para minimizar a sua margem de erro, você pode procurar em outros segmentos do mercado modelos de negócios que tenham características semelhantes ao seu, ou ao menos mais afinidades, para utilizar como base.

Assumir riscos, independente da sua magnitude, é uma parte obrigatória do percurso entre a sua ideia e a materialização do seu negócio.

Procure identificar o seu perfil de investidor, considerando friamente o quanto está disposto a arriscar e avaliando o quanto isso pode impactar na sua vida a longo prazo.

Se você consegue identificar os riscos ligados ao seu negócio e está pronto para assumi–los, muito provavelmente, você estará maduro para transformar em realidade seu empreendimento.

StartUp: Qual o Perfil de Empreendedor Mínimo para esse Modelo de Negócio?

O Brasil possui 6,5 milhões de microempresas e 9,7 milhões de microempreendedores individuais, conforme dados do Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas).

Apesar do número grandioso, a alta competitividade do mercado dificulta o caminho do novo empreendedor ao sucesso.

De acordo com pesquisas já realizadas pelo Sebrae, até 80% das novas empresas brasileiras não sobrevivem a seu primeiro ano de vida – o mesmo se aplica aos mercado americano, berço das startups.

O empreendedor precisa concentrar seus esforços não apenas em ideias ou produtos, mas principalmente em atitudes que o tornem viável, tanto para possíveis investidores quanto para os mercados aos quais pretendem atender.

Contextualizar o produto a ser desenvolvido por uma empresa nascente é sem dúvida um aspecto importante do modelo de negócio.

Mas no tocante à “venda” do aplicativo ou plataforma que o empreendedor, de forma tão dedicada, está demonstrando durante uma reunião com investidores não é o suficiente.

Os investidores também estão comprando o empreendedor; seu poder de oratória, de persuasão, de paixão pelo negócio e seu potencial futuro de dedicação.

Além de tudo o mais, o profissional será analisado por suas características empreendedoras.

O conceito de Empreendedor Mínimo Viável foi criado da observação do mercado, e possui um conjunto de características necessárias para que o empreendedor passe pelo crivo dos investidores ao defender que o foco não deve ser o produto e sim o fundador.

Veja 6 Dicas Valiosas para Praticar seu Perfil de Empreendedor Viável:

1. Ouça o mercado

Ofereça propostas de remuneração do investimento claras e melhores que outras opções de aplicações;

2. Vista a camisa

Não crie um negócio com o objetivo de se desfazer dele;

3. Tenha uma equipe diversificada

As características dos membros fundadores devem cobrir o maior número possível de áreas, sem que haja excessiva repetição de perfis;

4. Mentores

Mantenha por perto mentores que possam complementar as áreas sensíveis e pontos fracos do seu modelo;

5. Entenda o básico de administração

Aspectos jurídicos e contáveis são indispensáveis e os investidores precisam ter a segurança de que você saberá como tocar um negócio quando chegar a hora;

6. Não seja inocente

Faça com que sua ideia tenha consistência do ponto de vista do faturamento e do lucro.

Um produto que atenda a uma necessidade é bom, mas um produto que atenda a uma necessidade gerando lucros é infinitamente melhor.

Baseado no livro “Empreendedor viável  – uma mentoria para empresas na era da cultura startup”, dos autores André Telles e Carlos Matos, pela Editora LeYa.

Conclusão: Você Precisa Desenvolver seu Perfil de Empreendedor

Não importa se você tem ou não essas características, saiba que ninguém nasce com elas.

Tratam-se de habilidades que precisam ser constantemente praticadas para serem assimiladas.

Aliás, recomendo fortemente que você comece a trabalhar essas habilidades o quanto antes. Se você tiver alguma criança na família, leia esse artigo sobre empreendedorismo infantil.

Também recomendo esse artigo sobre como incentivar que crianças comecem a ganhar seus primeiros “dinheirinhos” como forma de incentivar a noção de poupança.

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.